A Prefeitura Municipal de Pequeri, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, vai participar da Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, hoje em sua 8ª Edição.

A ação proposta para este ano será o Concurso de Fotografia “Caminhos de Pequeri” que tem como objetivo a valorização do nosso patrimônio histórico, cultural e imaterial de nossa cidade. 

Para participar é bem simples, basta preencher a ficha de inscrição que estará disponível no site da Prefeitura Municipal de Pequeri e mídias digitais (facebook e Instagram) da PMP, através do link: https://forms.gle/TxfbeKNSZK4Cig5TA .

O período das inscrições será de 23 a 30 de setembro de 2021. Serão admitidas fotografias capturadas por meio digital com resolução mínima de 05 megapixels. Cada participante poderá inscrever o número máximo de 02 (duas) fotografias.

A divulgação do resultado oficial das 03 (três) fotos escolhidas será no Espaço Caymmi, Rua Augusto Costa, s/n no dia 07 de outubro de 2021 às 15:00h.

O Concurso de Fotografias oferece a seguinte premiação:
1º Colocado: R$:300,00 (trezentos reais) e certificado.
2º Colocado: R$:200,00 (duzentos reais) e certificado.
3º Colocado: R$:100,00 (cem reais) e certificado.

O preenchimento desta ficha de inscrição implica na aceitação das condições citadas no regulamento do Concurso de Fotografia “Caminhos de Pequeri”.

A Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais acontece desde 2009, e teve sua inspiração inicial na experiência das Journées du Patrimoine. Criado na França em 1984, o evento se consolidou por marcar, de forma nacional e anualmente, um final de semana de mobilização popular em torno da valorização e preservação do patrimônio francês. O sucesso foi tanto que hoje a Jornada Francesa expandiu-se para todo o Velho Continente.

Em Minas Gerais, nas últimas edições realizadas, mais de 1.500 proponentes promoveram cerca de 3.500 ações abordando diferentes temas sobre o patrimônio cultural. Com a participação de mais de 600 municípios, a iniciativa foi agraciada com o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade de 2010, na categoria Divulgação do Patrimônio Cultural. O prêmio é um reconhecimento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Iphan, que valoriza as ações que se destacam na preservação do patrimônio cultural do país.